MLS repudia cancelamento da exposição “Queermuseu-Cartografias da Diferença na Arte Brasileira”.
19/09/2017
No momento em que o Museu Lasar Segall e o Museu de Arte Contemporânea da USP estão preparando uma exposição sobre os 80 anos da exposição de Arte Degenerada, realizada em Munich, em 1937 – ocasião em que o próprio Segall teve cerca de 40 obras confiscadas de museus públicos e coleções – não podemos deixar de manifestar o nosso repúdio ao fato de o Santander Cultural ter se dobrado a pressões do pensamento conservador, cancelando a exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira” no Santander Cultural em Porto Alegre.

Nunca é demais lembrar que o desejo de repudiar qualquer tipo de alteridade imposta pelo padrão “arianizante”, levou não só judeus para campos de extermínio, mas minorias como homossexuais, anarquistas, comunistas, ciganos e deficientes.

A exposição sobre Lasar Segall, a Arte Degenerada e suas repercussões tem abertura agendada para o sábado, dia 11 de novembro, no Museu Lasar Segall. Está previsto um ciclo de conferências, no MAC/USP, no primeiro semestre de 2018, assim como a publicação de um catálogo.
programaçãonotíciaspatrocinadoresfale conoscoAcesso à informação
home
lasar segall
o museu
Acervo Integrado
exposições
ação educativa
biblioteca
oficinas e cursos
cine segall
amigos do museu
ok